Notícias

Jovens do Projeto Protagonismo Juvenil participam de intercâmbio sobre qualificação profissional e práticas agroecológicas em Glória do Goitá

Jovens do Projeto Protagonismo Juvenil participam de intercâmbio sobre qualificação profissional e práticas agroecológicas em Glória do Goitá

Os jovens conheceram experiências na linha de qualificação profissional e incentivo ao protagonismo feminino, e tecnologias sociais voltadas a agroecologia

Com o objetivo de fornecer uma experiência sensorial e prática cerca de 30 jovens acompanhados pelo Projeto Fortalecimento Econômico de Jovens Rurais do Semiárido, uma parceria da Cáritas Brasileira NE2 e a instituição espanhola Manos Unidas, nesta sexta-feira, 19, foi promovido um intercâmbio para o município de Glória do Goitá, Pernambuco.

O momento foi dividido em duas partes, no primeiro os jovens conheceram a experiência da ONG Acreditar, que trabalha ofertando formações, oficinas e cursos na linha da qualificação profissional e preparação para o mercado de trabalho para jovens e mulheres empreendedoras, e na linha de frente à promoção do protagonismo feminino. Fundada em 2006, a organização tem seu corpo de funcionários formado majoritariamente por mulheres , possuindo ações em 5 municípios: Glória do Goitá, Chã de Alegria, Lagoa de Itaenga, Pombos e parte de Vitória de Santo Antão.

Na parte da tarde, os jovens visitaram o Serviço de Tecnologia Alternativa – SERTA onde conheceram diversas tecnologias sociais, como biodigestor, fogão ecológico, canteiros econômicos feitos com águas renováveis, aguaponia, florestas inteligentes, criação ecológica de animais e etc. Durante a visita guiada pelos estudantes da organização, os jovens aprenderam sobre o manejo das tecnologias, tendo em vista que muitos deles tem práticas bem comum e se encaixam nos empreendimentos selecionados pelo Projeto Protagonismo Juvenil.

“ Na tarde de hoje eu vou levar um bom conhecimento sobre a água cinza, que é um tipo de água que pode ser reutilizada em canteiros econômicos, isso vai ser bem útil para mim”, declara João Paulo, jovem quilombola da Comunidade Quilombola Amargoso, em Bom Conselho –PE.

O projeto

O projeto Fortalecimento Econômico de Jovens Rurais do Semiárido tem como objetivo promover o protagonismo comunitário dos jovens rurais para influenciar no desenvolvimento e implantação de políticas públicas que propiciem a permanência dos jovens no campo, principalmente contribuindo na formação permanente e sistemática de conhecimento.

Outro elemento do projeto é o empoderamento econômico das mulheres, uma vez que o público beneficiado é 85% feminino, algumas são mães de família que dependem financeiramente de familiares ou do companheiro.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.